fala que eu te escuto!

O escritório de arquitetura Pedra Líquida foi contratado para desenhar um hotel de design na cidade do Porto, em Portugal. A Casa do Conto foi implantada em um edifício do séeculo XIX, que sofreu restauro para se adequar ao novo uso. Em março de 2009, poucos dias antes do hotel inaugurar, o prédio pegou fogo – e os arquitetos tiveram que reformá-lo novamente. Assim, o projeto evoca, através de uma linguagem abstrata, os adornos e texturas da velha casa, usando suas superfícies tradicionais com pano de fundo par as novas paredes de concreto.  Em todas as lajes de concreto foram esculpidos, em baixo relevo, narrativas criadas especialmente por autores relacionados ao Porto sobre o conceito de casa. O hotel, conta sua histórias nas paredes, que de uma forma também é a própria história da cidade.

via

vontade de azulejar o mundo!

A empresa holandesa Dtile desenvolveu peças de azulejos que proporcionam um acabamento impecável graças as peças curvas. Segundo a empresa “Azulejos são bidimensionais, mas o mundo não é. Desenvolvemos um sistema que permite revestimentos em três dimensões a partir de um grid de 15x15x15″. Além da possibilidade de revestir pisos, paredes e tetos com o mesmo revstimento a Dtile ainda desenvolveu uma série de azulejos funcionais: são prateleiras, vasos, gavetas e uma série de outros elementos que podem ser incorporados ao projeto sem interferir na paginação dos revestimentos.

Filip Dujardin

Filip Dujardin é um fotográfo belga que além de fazer fotos tradicionais, constrói digitalmente imagens de edifícios imaginários. A série de fotografias entituladas fictions é um primor, mesclando o mundo real a fértil imaginação do fotógrafo. Muitos dos edifícios concebidos visualmente por Dujardin são inviáveis de serem construídos, ora pela estrutura, ora pela implantação. O que dá graça e valor ao trabalho são as justaposições de escalas e materiais, dando uma forma improvável a edifícios existentes. A primeira vista, as imagens parecem ter saído da vida real, de alguma cidade de verdade, mas olhando mais atentamente, o espectador perceberá que não, os edifícios simplesmente não poderiam ser materalizados! A ficção engana o olhar de quem vê as fotos, mas não por muito tempo.

via

para beber e pendurar

O cabideiro Bottleboy funciona com uma garrafa pet de 5oo ml (vazia, lógico) de maneira bem simples: basta parafusar uma base com rosca na parede e nela rosquear a garrafa até que se torça, para assim pendurar suas “tralhas”. O fabricante sugere que você mesmo pode personalizar seus cabideiros, colocando algo (?) dentro das garrafas ou transformando sua forma com um secador de cabelos (alô ???).

Os responsáveis pelo desenho são os designers do Walking-Chair Design Studio (site duca!) e acreditem, não são fabricados na China!

rolling house

 

 

 

 

Rolling house é um protótipo modular desenvolvido entre diferentes institutos e a Universidade de Karlsruhe, na Alemanha. A proposta era ter um espaço flexível na menor área possível, que foi dividida em três funções: cama e mesa, cozinha e um pequeno espaço para se exercitar. Ideia muito inovadora e criativa, um ótimo exercício projetual.

eu vi aqui

para os calorentos!

Ta fazendo um calor de lascar aqui em São Paulo. Eu sou uma pessoa que prefere o frio, então acabo sofrendo um tantão nesse calor! Daí que olhando coisas guardadas no meu computador, dei de cara com o projeto deste ar condicionado, que foge do lugar comum. O projeto é de Ryuichi Tabu e foi agraciado com um prêmio internacional de desgin em Osaka, 2005.

Ao contrário dos já conhecidos splits, Tabu desenvolveu um sistema que simula uma árvore. A partir de um sistema central, que funciona com o calor do solo e da energia térmica armazanada do sistema (ATES), “galhos” se ramificam para permitir que o ar circule mais livremente pelos ambientes. O bacana é que toda a estrutura fica aparente, facilitando a instalação e a manutenção do sistema (quem faz obra adora esse tipo de coisa!).  A unidade também tem um filtro para remover as impurezas e uma função de desumidificador de ar.

organic shaped air conditioner

organic natural air conditioner

organic air conditioner design

organic naturalistic appliance idea

via

tatuagem para crianças … que os adultos vão querer usar!

A Tatlly é uma lojinha online especializada em tatuagens temporárias. Tina Einsenberg (do bombado @swissmiss) frustava-se com os desenhos horríveis das tatuagens infantis e resolveu criar para sua filha uma linha de tattos com muita cor e design interessantes que acabaram originando a Tattly. Os desenhos são bacanas, super bem humorados e podem ir muito além dos bracinhos infantis.


memória de papel

Flashkus, um pen drive de papel (!) desenvolvido pela Art.Lebedev. O conceito partiu da premissa de que logo, os eletrônicos serão descartáveis, então basta destacar um pen drive da cartela, salvar seus arquivos e nomear o cartão. Não funcionaria super bem para fazer backups ou para um cartão de visitas? Eu, pelo menos, adoraria receber um cartão pen drive!

Vi no Eu Queru

água para a criançada

A Y Water é um tipo de água especial para crianças, é orgânica e funcional, ou seja, tem vitaminas e minerais essenciais para o bom crescimento das crianças. A linha contempla águas que prometem ajudar o desenvolvimento cerebral, a imunidade, os músculos e ossos dos pimpolhos. Além disso, as garrafas em forma de Y são produzidas com plástico 100% reciclável  e tem conexões nas três pontas, para assim, se transformarem em brinquedos de montar (ou seria rosquear?). Genial, não?

Eu vi no Parede das Ideias